Cantinho da Crônica
Alexandre d' Oliveira
Capa Textos Áudios E-books Livros à Venda Livro de Visitas Links
Textos
Eu por muito não gostar vejo que poderei encontrar alguma saída.  Primero porque vejo que o povo é forte e que não se deixa enganar diante de tantos devaneios. É tanto, que tem tanta gente querendo ser o que não tem condições nesta época do ano em pleno pleito eleitoral.

Isto, só porque de alguma forma alguém conseguiu burlar seu certificado e assim colocar um anel no dedo dele e disse ser  o mesmo doutor.  E por muitos este é tido como tal.
Já o outro depois de levar alguma vantagem, nada bobo aonde muito também levaram e deixaram este em dúvida, assumiu mesmo assim o alto poder. Esta é simplesmente a maior historia de todo o tempo desta cidade.
 
E assim que seja, este foi logo pelos puxa sacos , chamado de Coroné. Coronel da Guarda daquela cidade. Onde hoje bem perto do povo escolher novamente já dita que com este quem é eleito é ele que até o momento nada fez. 
 
E com estas eu falarei daqui E dali para mostrar que eu sou Zé. Zé do Povo àquele que nunca é eleito porque povo é povo.
Alexandre Souza Oliveira
Enviado por Alexandre Souza Oliveira em 28/01/2020
Comentários