Cantinho da Crônica
Alexandre d' Oliveira
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas LinksLinks
Textos

Rolo Compressor
 
Quando a gente pensa que está tudo bem e que de alguma maneira o mal passou, vem um rolo compressor, destruindo todos que estão presente na cena. E, se não formos bons no que fazemos este nos derruba. No entanto, para estar aqui é preciso estar atento para que nada possa nos trucidar.

Eu disse tudo? ... deste ainda não, né... é porque o mesmo é imprescindível. Vai e volta ele detona uma que não dar para imaginar como este se apresente. Ele por nada surta e tem daqueles que decerto aplaude.
  E, não precisa nada mais que isto explicar. Em tudo por tudo temos que lutar para ao menos dar o ar da graça.
 
Não vê o Tônico. Este então pelo menos tem pedigree. Mostra sua ID aonde chega fazendo graça e faz todos ri. Quem trabalha aqui tem que ao menos saber o que faz. Todo aquele que trabalha com arte sonha estar bem próximo das estrelas e não de um palhaço vil e asqueroso que a todos desnorteia.

Não vá na onda se nada pode oferecer. Se quer mais tem que ralar para buscar, se o negócio é mais embaixo este tem que baixar. E, por aí, neste vai e vem . Insiste, persiste a cada momento propício
 
 
 
Alexandre Souza Oliveira
Enviado por Alexandre Souza Oliveira em 03/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários